PicNic… PicMe


busy day chocolate cake
August 11, 2010, 7:24 pm
Filed under: Doce, Uncategorized

A beleza do simples.

A cada minuto que passa eu confio mais e mais no simples. Porque ele está lá pra mim, simples assim, sem frescura, sem drama, sem máscaras.

Eu acho que a vida chegou a um ponto em que complicamos de tal forma nossas relações com tudo e todos que só um esgotamento total para fazer com que a mente pare, congele, e permita que você olhe a sua volta, respire fundo e finalmente concretize que aquele é só um copo, que só tem água e nenhuma tempestade.

O meu principal aprendizado nesse ano que decorre em Portugal foi eliminar o drama dos relacionamentos. Os portugueses são simples, diretos, francos, duros – talvez um pouco – , mas todos o são, por isso não tem melindre bobo por responder a verdade.

Vou exemplificar. Minha madrinha me convida para ir almoçar com ela. Eu já tinha planejado fazer nada e comer bolo de almoço. Eu respondo com um simples não, muito obrigada, fica pra outro dia. Ela responde: se não lhe dá jeito, venha quando puder. Beijos dos dois lados, fim.

Esse diálogo não condiz com a realidade paulistana, pelo menos a minha antiga. Se respondesse pra quem quer que fosse que simplesmente não me apetecia fazer tal coisa e que deixássemos pra outra oportunidade, sei que seria apedrejada.

Ok, você não quer assumir que é assim tão dramático, mas pense com os seus botões, no silêncio, nem precisa confessar pra ninguém – você FAZ isso. Não permite que o outro já tenha planos (mesmo que seja não fazer nada e comer bolo), não permite o espaço da intimidade do próximo, sem fazer mil questionomentos (mas porquê?, o que você vai fazer então?, o que você vai comer?, blablabla) ou fazer pressão pscicológica (ahhhh, mas você vai fazer isso comigo?, como assim não fazer nada?, isso não é justo comigo!, blablabla).

Isto nos leva às inevitáveis mentirinhas de convívio social. A resposta ao simples convite de almoço será uma peça de teatro, com drama, pedidos de desculpas e falsas promessas de que trocaria tudo para ir a esse almoço. E o que eram pequenas e escassas mentirinhas se tornam verdadeiras novelas mexicanas, e histórias que se entrelaçam e te cercam até você não saber mais o que realmente sente, o que realmente quer e o que faz por prazer e o que faz apenas para evitar a longa cena do não.

Eu quero simplificar tudo. E um bom exemplo de pessoa que simplificou sua vida nos quesitos materiais é a Senhora Zero Waste Home.

Eu quero poder ser sincera com todos que me querem, e poder usar as mentirinhas sociais apenas para as raríssimas ocasiões em que elas são fundamentais para que se possa viver em sociedade.

Nada mais simples que um bolo totalmente feito na própria forma. Nada mais doce que partilhá-lo com queridos. Nada mais rico que isso.

Receita:

(bolo – daqui; cobertura – daqui)

Ingredientes:

Bolo:

1 e 1/2 xícara de farinha de trigo peneirada

1 xícara de açúcar

3 col. de sopa de cacau em pó

1 col. de chá de bicarbonato de sódio

1/2 col. de chá de sal

6 col. de sopa de óleo

1 col. de sopa de vinagre branco (eu usei suco natural de limão siciliano)

1 xícara de água fria

Cobertura:

55g de manteiga sem sal

220g de chocolate ao leite

Preparo:

Bolo:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Em uma forma redonda de 22cm, coloque a farinha, o açúcar, o cacau em pó, o bicarbonato de sódio e o sal. Misture com um fouet (batedor de aros).

Faça um vulcão com a mistura de farinha, deixando o centro livre. Coloque no centro da forma o óleo, o vinagre e a água. Misture tudo com o fouet até que fique homogêneo.

Leve ao forno por cerca de 30 minutos. Faça o teste com o palito, se o mesmo sair limpo, o bolo está pronto.

Deixe esfriar completamente e então desenforme.

Cobertura:

Coloque o chocolate e a manteiga cortados em pequenos pedaços em um recipiente e leve-o ao banho-maria, mexendo até que esteja completamente homogêneo.

Cubra o bolo já frio com a calda. Pode ser servido assim, ou leve à geladeira para que a calda endureça, e então sirva.


2 Comments so far
Leave a comment

Que delícia de post!!!!
Tou mto orgulhosa e vc e toda essa reforma íntima q a viagem te proporcionou!!!
Saudade, Má. Mas logo logo a gente vai se ver! hehe
Bjos!

Comment by fematsu

Fê, super inspirada na sua sinceridade natural!
Nossas conversas (por e-mail e ao vivo) foram fundamentais para a minha evolução! Obrigada!
Saudades com até já é uma delicia!
Beijinhos

Comment by ninacosta




Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: