PicNic… PicMe


Torta de Limão Siciliano
February 28, 2010, 4:19 pm
Filed under: Doce, Uncategorized

Saudades da torta de limão da Lena, me levou a essa tentação.

Usei uma base de torta da Gourmet, com o recheio da receita da Lena (usei limão Siciliano ao invés do Tahiti) e por cima o suspiro da mesma receita da revista Gourmet.

Receita:

Base (daqui):

(aqui tem o video da revista que mostra o passo -a-passo de como se faz a massa!)

(aqui tem o video da revista mostrando como se abre a massa!)

1 e 1/4 de xícara de farinha de trigo

90g de manteiga gelada cortada em cubos

2 col. de sopa de gordura vegetal

1/4 col. de chá de sal

4 ou 5 col. de sopa de água gelada

Preparo da Massa:

Misture em um bowl a farinha de trigo, a manteiga, a gordura vegetal e o sal usando as pontas dos dedos até obter uma farofa com grumos do tamanho de ervilhas (se preferir misture em um processador pulsando algumas vezes). Adicione 4 col. de água gelada e misture gentilmente a massa usando um garfo, somente até incorporar.

Faça o teste de apertar com a mão um punhado da massa. Caso ela se una, está no ponto certo, caso contrário adicione uma colher de água gelada, misture e repita do teste.

Não trabalhe demais a massa para não ficar dura!

Ponha a massa em uma bancada de trabalho e divida em quatro partes. Trabalhe cada parte usando o osso da palma da mão para terminar de misturar a massa (técnica francesa chamada fraisage). Una toda a massa e forme um disco, envolva em papel plástico e leve à geladeira por 1 hora.

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Abra a massa em uma bancada levemente enfarinhada e forme um disco maior que a forma a ser usada (abra um disco de 32,5 cm para uma forma de 22,5cm).

Ponha o disco de massa sobre a forma e corte o excesso de massa, deixando cerca de 1,5 cm nas bordas. Fure a base da massa usando um garfo e leve à geladeira por 30 minutos.

Coloque sobre a massa uma folha de papel manteiga e encha de feijões crus (ou pesos para torta) e asse por cerca de 20 minutos, até que as bordas estejam levemente douradas. Retire os feijões e o papel manteiga e volte ao forno por mais 20 minutos, até que a base e as laterais estejam douradas. Reserve e mantenha o forno ligado a 160ºC.

Recheio: (da Tia Rose, que a Lena faz)

2 latas de leite condensado

1/2 xícara de suco de  limão (usei o tipo Siciliano que é o comum em Portugal)

Preparo:

Misture com um fouet o leite condensado e o suco de limão até que fique homogêneo.

Suspiro: (adaptado daqui)

5 claras de ovo (grande) à temperatura ambiente (tire da geladeira 30 minutos antes de usar)

1/8 col. de chá de sal

3/4 de xícara de açúcar de confeiteiro

Preparo:

Bata as claras e o sal usando uma batedeira até que forme picos suaves. Adicione aos poucos o açúcar às claras em neve batendo sempre. Bata até obter picos firmes.

MONTAGEM:

Coloque uniformemente o recheio sobre a massa e então cubra-os completamente com o suspiro.

Faça o acabamento desejado no suspiro e leve ao forno por cerca de 15 minutos, até que o suspiro fique dourado. Deixe esfriar por cerca de 2 horas antes de servir.



Batata Quente
February 28, 2010, 3:34 pm
Filed under: Salgado, Uncategorized

Eu acho super chic batatas em cubos como acompanhamento ou como petisco.

Fiz essas no forno. Cortei a batata (usei a Asterix) em cubos mais ou menos do mesmo tamanho, mas sem a neura da cozinha francesa que descarta toda a volta da batata por não ser possível cortar em cubos perfeitos. Gosto do fato de ter uma variedade na textura das batatas, umas mais crocantes (que são as menorzinhas) e umas mais carnudas (normalmente as do centro). É só colocar em uma forma untada com azeite, sal e alecrim (se quiser, é claro!). Forno e pronto.



Portobello
February 27, 2010, 10:12 am
Filed under: Salgado, Uncategorized

Cogumelos são uma benção da natureza, penso eu.

Eles ficam perfeitos em qualquer situação e qualquer que seja a sua variedade.

Nada mais simples e reconfortante como uma massa aos cogumelos. Fiz com toque oriental ao invés do usual perfil italiano.

Receita:

Ingredientes para 1 pessoa (já que o Ric não compartilha a minha idéia de cogumelos serem uma benção):

1/2 xícara de farfalle (eu usaria uma massa para Yakisoba, mas não encontrei por aqui, por isso foi a que tinha em casa!)

6 un. de cogumelo Portobello cortado em cubinhos sem os talos

2 col. de sopa de molho de ostra

1 col. de sopa de água

Preparo:

Cozinhe a massa em água fervente pelo tempo recomendado pela marca.

Enquanto isso, em uma frigideira levemente untada com azeite, disponha os cubos de cogumelos sem sobrepô-los e deixe em fogo médio/baixo até que estejam um tantinho mais murchos. Disponha sobre os cogumelos as duas colheres de molho de ostra e a água e deixe até que os cogumelos estejam tenros e o molho quente. Mexa ocasionalmente.

Coloque a massa escorrida sobre o molho e misture até que toda a massa esteja “untada” de molho.

Bom Apetite!

PS: Esse aqui embaixo é o molho de ostra que encontrei aqui em Lisboa, no supermercado Continente. Em SP, eu comprava na Liberdade ou no supermercado Santa Luzia ou raramente encontrava em um Pão de Açúcar.



Bolo de iogurte com cobertura de cream cheese
February 25, 2010, 9:10 pm
Filed under: Doce, Uncategorized

Pode ser um bolo simples ou composto. Com ou sem cobertura.

Ambos levam a um lugar confortável e tranquilo, com mais ou menos açúcar pra delirar.

Receitas:

Bolo (original do Chocolate & Zucchini, a Valentina do Trem Bom também fez com o acréscimo de goiabada!):

Ingredientes:

2 ovos

250ml de iogurte integral

200g (1 xícara) de açúcar

80ml (1/3 de xícara) de óleo vegetal

2 xícaras de farinha de trigo

1 1/2 col. de chá de fermento químico

1/2 col. de chá de bicarbonato de sódio

1 col. de chá de extrato de baunilha

1 col. de chá de Rum (opcional, eu não usei!)

Preparo:

Em um bowl, misture o iogurte, os ovos, o açúcar, a baunilha, o óleo e o rum (se usado). Em um outro bowl, peneire a farinha de trigo, o bicarbonato de sódio e o fermento químico.

Adicione a mistura de farinha à mistura de iogurte sem trabalhar demais a massa. Derrame em uma forma de cerca de 25cm untada, com papel-manteiga na base também untado.

Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 30-35 minutos. O bolo estará pronto quando estiver levemente dourado e o palito sair limpo quando testado. Deixe esfriar por 10 minutos e então desenforme e deixe esfriar completamente em uma grelha.

Polvilhe com açúcar ou cubra com uma cobertura do seu gosto.

Cobertura ( original da Martha Stewart ):

(usei metade da receita para só cobrir, se for para também rechear é preferível fazer a receita toda)

Ingredientes:

225g de cream cheese (usei Philadelphia)

120g de manteiga sem sal à temperatura ambiente

4 xícaras de açúcar impalpável

1 col. de chá de extrato de baunilha

Preparo:

Usando a raquete da batedeira (como eu não tenho aqui minha KitchenAid, usei o aro da minha simples batedeira! também pode ser com uma colher de pão e braços fortes!), bata o cream cheese até que fique fofo. Adicione a manteiga e bata até que fique fofa. Adicione o açúcar gradualmente e então a baunilha, batendo até que fique homogêneo e fofo. Use imediatamente para cobrir e/ou rechear o bolo.



Empty / Full
February 21, 2010, 7:44 pm
Filed under: Diversos, Uncategorized

Sometimes we can’t see the moon, but we KNOW that it´s there somewhere.

What should I think? What should I do? What should I feel? Which way should I follow?

Sometimes my head is empty because it’s full, sometimes it’s empty because I just can’t decide which shoes I should wear to this journey.

So many paths in front of me and I’m just there, frozen, waiting for a warm breeze.

Sometimes my head is empty because I’m afraid, afraid to dive in my own river and let it drive.

Sometimes my head is empty because I trust, I trust that my feet will be dragged to the path where I will not need a mask.

Sometimes my head is empty and even without a thought, tears rain through my eyes down my face and my heart rides on my chest. Then I know.

Something is out there, for me. Where?



Bolachinhas para o chá
February 21, 2010, 5:04 pm
Filed under: Doce, Uncategorized

Usei a spritz que assei como bolinhas e cobri com o lemon curd.

Perfeitas para o chá das cinco.



Sintra
February 21, 2010, 5:00 pm
Filed under: Diversos, Uncategorized

(de VIDAlisBOA por Ricardo Amado)