PicNic… PicMe


Taça de Chocolate
March 19, 2013, 7:42 pm
Filed under: Doce

creme de chocolate

Buscar a melhora.

Ando pensando muito sobre isso. Talvez seja minha fase na vida.

Tenho visto ao meu redor as pessoas buscando a perfeição. Buscando não é bem o termo certo, exigindo acho mais adequado. Seja no café enquanto espera sua xícara, no cabeleireiro pra mudar a cor do cabelo, no corte da roupa, nas decisões alheias. Além delas esperarem que ninguém erre, atrase, deslize ou se engane, também noto que estas mesmas pessoas são – em geral – carrascas de si mesmas. Elas cobram a própria perfeição. E ao não atingi-la, sentem-se inseguras e fracassadas. Afinal, elas cobram e são cobradas na mesma moeda.

Eu não as culpo por esse comportamento. O stress da cidade, os empregos competitivos, a sociedade “exigindo” que se tenha casacarrovoltaoamundoroupademarca até os 30 e nosso sistema de ensino, que mostra todos os dias que você só é bom pelos seus resultados e não pelo esforço e caminho percorrido. Acertou – passou, errou – bombou.

Aí eu volto a pensar na tal busca. Se melhorar, ser humilde e ver seus defeitos, passar por eles e mudar suas características. Aprender a amar o passado e perdoar os tropeços, se descobrir. Ser melhor com os outros, com você mesmo. Tudo isso já é pouco falado e muito menos executado.

Mais uma vez eu não culpo ninguém que se perde nesse labirinto e que cai nas vias expressas das medicações que os médicos (também seres na mesma situação – em geral) passam como se fosse chá de erva doce ou suco de maracujá. Não culpo simplesmente por saber que dói.

Dói muito, é difícil, dá medo, a vontade de desistir de pular de cabeça nesse jornada mesmo antes de olhar o penhasco.

Eu desaconselho esse pulo sem MUITO apoio. De todas as espécies, de preferência sempre com profissionais (dos que são da linha pula que eu te ajudo, e não da linha espera que eu te anestesio).

Eu tento. Tento enfrentar esse medo. Busco ajuda sim. Sou super fã de ajuda na verdade. As mais diversas terapias, uma religião, remédios naturais (e não naturais se for o caso) pra dar aquela força e conseguir ter chão, enxergar o caminho, curar as feridas, descobrir novas portas, abrir minha alma e seguir em frente. Pra isso tem que ser humilde. Tem que falar a verdade (coisa rara…), tanto pra você quanto pra quem vai te ajudar. Tem que procurar os profissionais (nem sempre é na primeira tentativa, às vezes é só na terceira ou quarta). Tem que ter fé. Ter desapego. Ter coragem.

Eu busco em cada receita de creme/pudim/flan que eu vejo na internet uma textura exata, com gosto preciso, uma combinação que eu nem sei se já provei ou se é só fruto da minha imaginação.

Ainda não encontrei essa que eu tanto almejo, mas não quer dizer que nas tentativas eu não tenha achado preciosidades!

Ao contrário da escola, eu acredito que o sucesso mora no processo, em superar obstáculos, em aceitar fracassos. Acredito nisso por aceitar que o fracasso foi apenas em relação à minha expectativa inicial e na verdade o resultado é sempre um sucesso.

Essa taça de chocolate foi o caso. O resultado não era o que imaginava alcançar. Nem ficou igual à receita original. Mas ficou maravilhoso.

Sem querer, a mistura decantou, formando uma mousse de chocolate no topo (parte mais clara e aerada) e um tipo de creme liso embaixo.

Veio de um blog super natural, que eu gosto bastante, mas não tenho muita prática nos ingredientes que ela usa (em geral salgados). Ela posta poucas receitas “gordas” como essa, mas sabia que não dava pra ser ruim.

A receita original, a Heidi Swanson achou em um livro francês de receitas infantis.

A dica dela é de usar só ingredientes de alta qualidade, já que são poucos e por isso não tem como mascarar o defeito de um ingrediente maisoumenos.

Essa receita leva ovos crus, ela também alerta pra isso, já que nos Estados Unidos tem muita gente que não come ovo cru, e também pras grávidas, que costumam ser orientadas a evitar.

Só troquei o chocolate amargo por ao leite (era o que tinha e o que o marido gosta, então…).

Ingredientes:

2 ovos em temperatura ambiente, pouco tempo antes do preparo

170 g de chocolate de alta qualidade picado (ela sugere o amargo)

4 colheres de sopa de água

4 colheres de açúcar

4 colheres de manteiga sem sal

pitada de sal

Creme de leite levemente batido para cobertura (opcional, eu não tinha então não fiz)

Preparo:

Bata as claras em neve e reserve.

Em banho maria, derreta o chocolate, o açúcar, a água, a manteiga e o sal.

Retire do fogo quando estiver completamente derretido e misturado. Adicione a gema de ovo (obs: eu primeiro adicionei um pouco do creme de chocolate no ovo e misturei, para elevar a temperatura do ovo gradativamente e não correr o risco de cozinhar o ovo. Ela não diz pra fazer isso, mas eu não quis arriscar. Depois coloquei o ovo no restante da mistura de chocolate e continuei misturando).

Adicione as claras em neve até completamente incorporadas na mistura de chocolate.

Divida em taças e leve pra gelar por algumas horas.

Sirva coberto com o creme de leite batido, se assim quiser.

(serve de 2 a 4 porções)






Comments are closed.



%d bloggers like this: