PicNic… PicMe


NY CheeseCake
December 31, 2011, 11:41 pm
Filed under: Doce

Mês de dezembro é pra mim um mês de realizar objetivos pendentes. Não é um ato consciente, eu simplesmente vou pegando coisas que queria fazer durante o ano todo e coloco no topo da minha lista.

Acho que pra limpar minha cabeça e abrir espaço para o novo do ano que está por vir ou talvez para ter aquela sensação de realização. Eu fiz isso em 2011, sabe?

Eu já tinha tentado tirar esse item da minha lista ainda em portugal, mas eu não fiquei assim satisfeita com aquele resultado o suficiente pra riscar o cheesecake da minha lista.

Durante o ano fiz um par de vezes uma outra receita que foi super sucesso aqui em casa, mas ela é do tipo mais aerada do que cremosa e lisa, por isso o item continuava lá.

Até por ter conhecido o maravilhoso Xcake da Luana, que arrancou suspiros durante o Pesach e o Natal, e assim eu voltei a acreditar que seria possível obter esse resultado incrível com os ingredientes disponíveis por aqui. Digo isso por ter visto que nos Estados Unidos eles tem um creamcheese que vem em barra (parece um tablete de manteiga) e eles até recomendam deixar à temperatura ambiente antes de usar, o que nos faz imaginar que ele seja mais firme que o que temos por aqui no potinho.

Então lá fui eu pesquisar uma receita do dito cujo. Decidi que ia usar uma de algum livro meu, afinal esse era outro item da minha lista (fazer mais receitas dos livros ao invés de só da internet) e seria ótimo já eliminar duas coisas de uma vez só. Mas não foi dessa vez.

A receita saiu mesmo do site da Martha Stewart, e um conjunto de coisas fez com que esse sonho se realizasse. Eu finalmente consegui reproduzir aquela textura que está impregnada na minha mente do chessecake de NY que comemos com o papai durante nossa viagem.

……

A receita é essa aqui e tem até um video do passo-a-passo que é otimo!

Eu fiz meia receita, pelo simples motivo da minha forma grande de fundo removível não caber na minha forma retangular para o banho-maria e o leve susto que eu tomei com a modesta quantidade de mais de 1kg de creamcheese para a receita completa.

1/2 Receita: (Usei uma forma de fundo removível de 20cm de base com 6cm de altura):

40g de manteiga

1 xícara de bolacha tipo maizena já triturada

1 e 1/8 de xícara de açúcar

696g de creamcheese

1/4 de xícara de farinha de trigo

1/2 xícara de creme de leite fresco

1 colher de chá de extrato de baunilha

3 ovos

raspas de um limão* (esse item eu vi em uma outra receita e resolvi adicionar aqui por minha conta!)

Preparo:

Pré-aqueça o forno a 180°.

Em uma panela, derreta a manteiga e adicione a bolacha triturada misturando tudo. Coloque a bolacha no fundo da forma e aperte para que fique uniforme, pode subir um pouquinho nas laterais só por garantia. Asse por 10 minutos e então deixe esfriar e reserve.

Usando a raquete da batedeira, bata o creamcheese e adicione o açúcar, a farinha, os ovos (um a um até incorporar), as raspas de limão, o extrato de baunilha e o creme de leite, batendo sempre até ficar homogêneo.

Derrame o creme na forma já com a base de bolacha, espalhe para ficar nivelada.

Usando um papel alumínio grande (duas folhas de preferência) faça uma cama por baixo da forma para evitar entrar água na hora do banho-maria (o video mostra bem!). Coloque a forma já embrulhada em papel alumínio em uma forma maior e despeje água até a metade da forma (eu costumo aquecer antes um pouco essa água).

Leve ao forno pré-aquecido por 1 hora, quando balançar o centro estará ainda um tanto instável e as bordas mais firmes. Deixe esfriar completamente (COMPLETAMENTE, eu sei que dá uma super ansiedade de ver pronta, mas completamente significa umas 4h dentro do forno ou durante a noite de preferência!).  Esfriar devagarinho serve pra que ela não quebre.

A indicação é de levar pra geladeira por mais umas 4h, mas eu gosto mesmo quanto está à temperatura ambiente (mas se estiver um SUPER calor, por favor não corra o risco e leve pra geladeira!).

Pra desenformar, passe uma faca por toda a lateral antes de remover o aro.

Eu servi com uma geléia de amora que o papai e a MáE nos deram de presente que é simplesmente divina, o aroma de vinho é delicioso.

Obs: Eu andei lendo por aí que o que deixa essa textura incrível é bater pouco o recheio e por isso o uso da raquete e não do aro, pois o aro incorpora ar e assim tira a textura lisa que deve ficar. Caso não tenha uma batedeira dessas planetárias que inclui a raquete, acredito que da tudo certo batendo na mão com uma colher de pau (bater com delicadeza…).


Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: