PicNic… PicMe


Pão de Azeite
July 28, 2010, 5:26 pm
Filed under: Salgado, Uncategorized

Eu não me sinto adulta. Tinha isso na minha cabeça a tempos. Apesar de já ter feito muita coisa que muito adulto nunca fez, eu não me sinto assim, gente grande.

Pensando nisso, cheguei à conclusão de que não me sinto adulta por não ter me sentido criança ou adolescente. Não sofri uma transição, sabe aquele momento que passamos de irresponsáveis a responsáveis ou inconsequentes a consequentes? (apesar de achar a maioria dos adultos uma certa farsa, pois eles dizem ser responsáveis e consequentes, mas nem sempre isso é confirmado por seus atos, mas isso é uma outra história)

Desde que me lembro por gente (por volta dos 5 anos…) fui preocupada com tudo. Levava consecutivas broncas da mamãe, dizendo que aquilo não era assunto de criança, que não devia estar pensando naquilo. Mas ao mesmo tempo me incumbiam de coisas difíceis, e me tachavam como a compreensiva.

Então pronto, era isso, não me sentia adulta por não ter sido criança/adolecente. Estava aí, precisava fazer coisas de adolecente para preencher o espaço e então poder finalmente me sentir a adulta que sou.

Mas minha cabeça não para, e imaginar situações e me colocar na pele dos outros é uma das minhas insistentes características. Então, me coloquei na pele de uma adolecente comum, assim com vidinha pacata e tudo a favor de que fosse de fato uma despreocupada, irresponsável e inconsequente adolecente. E aí a minha ficha caiu. Nem que eu quisesse conseguiria ser uma dessas meninas. Sou assim e pronto, preocupada, sempre pensando nos outros antes de mim, sou brava, sou indecisa a não ser que precise ser decidida, sou adulta por natureza.

Portanto, cheguei à conclusão de que eu tenho que me aceitar assim. E nada melhor que um belo pão fresco de azeite portuga pra acompanhar tal conclusão. Comi ainda quente, abri com as mãos e barrei a manteiga, comi em pé, na beira da pia. Mais reconfortante que pão feito por suas mãos, só soneca na Bahia.

Receita:

(quase nada adaptado do livro Dough de Richard Bertinet)

(meia receita da original – Rendimento: 2 pães de 20cm cada)

Ingredientes:

250g de farinha de trigo para pães

8g de fermento fresco

5g de sal

25g de azeite extra virgem

150g (ml) de água

Preparo:

Coloque em um bowl a farinha e esfarele com os dedos o fermento entre um punhado de farinha. Acrescente o sal e misture com a mão. Adicione o azeite e a água, misture com a mão até ficar uma bola. Leve a uma bancada SEM farinha e trabalhe a massa segundo o método Bertinet. Forme uma bola levando as pontas da massa ao centro.

*(se quiser usar a batedeira com o gancho, coloque a farinha e o fermento esfarelado na batedeira e ligue na velocidade mínima, então adicione o sal, o azeite e a água e misture por 2 minutos. Eleve a velocidade em um ponto e misture por 6-7 minutos, até a massa ficar elástica e macia. Siga o restante das etapas abaixo.)

Coloque a massa com o umbigo (a parte que ficou com as marcas das pontas que levou ao centro) para baixo em um bowl levemente enfarinhado e coberto com um pano, e deixe crescer por 1h.

Em uma bancada levemente enfarinhada, deposite a massa já crescida. Faça de novo a bola, levando as pontas ao centro. Coloque no bowl novamente e deixe crescer por 30 minutos, coberto com uma toalha.

Coloque a massa sobre uma bancada levemente enfarinhada e divida a massa em duas partes. Com as mãos, forme um retângulo com uma massa. Leve a parte esquerda para o centro e aperte delicadamente. Leve a parte direita sobre a parte esquerda para o centro e aperte delicadamente. Dobre ao meio e una as pontas delicadamente. Repita o processo com a outra metade da massa.

Coloque as massas em uma forma, polvilhe farinha por cima delas e, com uma faca afiada ou uma lâmina, faça três cortes ligeiros no topo das massa. Deixe descansar por 1h, cobertos por um pano.

Em forno pré-aquecido a 230ºC, borrife água por 5 vezes (dentro do forno) e então coloque os pães para assar por cerca de 25 minutos.

(aqui tem outro video do Bertinet fazendo pão, onde se consegue ver bem as dobraduras e o borrifar água no forno!)


3 Comments so far
Leave a comment

Máaaa, pão de azeite pareceu-me perfeito! Amo pão, amooo azeite! Pensando nisso, eu gostaria de poder postar no facebook alguns dos seus posts sem ter que colocar o link. Você consegue colocar o “botão” do facebook no seu blog? Ou é querer demais? Acho que seria legal aparecer a foto do prato no face, por isso pensei nisso…

Comment by Helena Costa

Má, a esperta aqui já descobriu que existem todos os botÕes do mundo de sites de relacionamento pessoal no seu blog, é só passar o mouse em cima da foto e “share” o post. Amei! Posso dividir seus posts no face?

Comment by Helena Costa

nem eu sabia disso!!!! hahahhahahha

Comment by ninacosta




Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: