PicNic… PicMe


Spätzle da vó da Pati
June 12, 2009, 6:54 pm
Filed under: Salgado, Uncategorized

Spatzle in natura

Foi num final de semana de muito trabalho pro Ric e muita preguiça pra mim que resolvi fazer uso dessa receita que herdei da Pati.

Dei a sorte de repôr umas aulas com a Pati, dei sorte maior dela ser alemã e ter essa receita decorada da sua avó (muito superior à oferecida pela apostila da faculdade).

Serei eternamente grata por essas doações de receitas. É lógico que as pessoas que me doaram são extremamente queridas e generosas (raridade dos dias de hoje!).

Já comentei que amo tudo que é herdado, o que inclui, naturalmente, receitas. Tenho o privilégio de herdar receitas de avós alheias. Spätzle da vó da Pati, Pão-de-ló da vó do Dani, e por aí vai…

Tão macio quanto um nhoque e tão prático e fácil como uma massa qualquer.

Na altura que aprendi a receita, fiquei tão apaixonada que comprei a “máquina” de fazer essa massa. Essa tal máquina consiste em uma parte que parece um ralador (que se apoia na panela) e outra que parece um quadrado que corre por cima da primeira (suporte para colocar a massa). Deve-se preencher o quadrado com a massa e empurrá-lo da esquerda pra direita, para que a massa passe pelos buraquinhos da parte apoiada na panela (a que parece um ralador!) e forme as bolinhas de macarrão.

Depois de pronto é só acrecentar o molho desejado.

No nosso caso foi o de tomate da vó do Ric. Essa receita ainda não herdei. Ninguém consegue acertar a mão como a Dona Eneide. Ric é a prova viva.

Spatzle ao pomodoro da vovó

Spätzle da vó da Pati:

Ingredientes:

360ml de leite

500g de farinha de trigo

1 pitada de sal

1 ovo

Preparo:

Misture todos os ingredientes em um bowl.

Em uma panela grande, ferva a água em abundância.

Coloque sobre a panela a máquina de fazer spätzle e preencha o quadrado com massa. Quando as bolinhas subirem na água, aguarde um minuto e retire com uma peneira.

Acrecente o molho desejado e sirva com parmesão ralado na hora.

PS: se não tiver a maquininha, dá pra fazer na mão. Tem que, em uma tábua de cortar, fazer uma camada fina de massa e com uma faca desenhar um quadriculado. Quando a água estiver fervente, empurrar com uma espátula o quadriculado com calma e aos poucos.


Leave a Comment so far
Leave a comment



Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: