PicNic… PicMe


Cookies: a minha ansiedade me maltrata
May 17, 2009, 8:50 pm
Filed under: Doce, Uncategorized

cookies de chocolate com gotas de chocolate

Ric me pediu cookies. Aliás, ele vem me implorando cookies.

Hoje fomos ao super e a condição dele para que bolachas industriais ficassem fora do carrinho foram cookies.

Ele foi ao jogo com o time dos meninos da família. Hora dos cookies e tudo o mais que eu conseguisse inventar nesse espaço de tempo.

A nossa (sábia) decisão de experimentar viver sem tv a cabo (a aberta simplesmente não existe pra nós) me eliminou uma tentação que só causava frustrações. Eu sempre tinha a expectativa de aproveitar super meu tempo livre e acabava por perder duas horas na esperança do filme ser bom e deixava de costurar/bordar/pintar/escrever e/ou cozinhar.

Subi em busca de uma receita de cookies e fui direto a minha nova fonte de receitas boas e testadas online. Bingo, lá estava a receita perfeita. Fácil, adaptável para o paladar anti-frutassecas do Ric e com a mesma aparência apetitosa dos cookies perfeitos da Pain et Chocolat.

Alterações aqui e acolá, etapas lindas e esperançosas. Forno e tudo deu errado.

cookies: chocolate derretidocookies: misturinha etapa 1cookies: mistrurinha etapa 2

Não fiz as bolinhas do tamanho que pretendia por pura neura de fazer logo. Elas ficaram maiores, mas deixei o tempo de forno das menores. Resultado:

– Os cookies ficaram desmantelados e molengos.

– Sobrou massa pra mais uma fornada, mas como eu fiquei atarantada com os cookies moles, não preparei outra forma e a massa endureceu como a Ana já tinha avisado na receita.

Fiz a segunda fornada, errei de novo. A massa já estava mais dura, mas eu fiz as bolinhas menores com calma (afinal já tava tudo danado mesmo…), deixei mais no forno por insegurança e finalmente, quando prontos eles estava durinhos, mas a borda com sabor levemente queimado e aquele aroma de caramelo passado do ponto.

Enfim. O Ric chegou, amou os cookies molengos de sabor e maciez, mas seriam ainda melhores se pudesse comer como cookies e não como bolo, de garfo (ele até tentou pegar um escondido de mim, mas o cookie quebrou ao meio e caiu no chão para alegria dos animais!)

cookie: ingredientes e receitas

No meio  desse processo todo, resolvi aproveitar o tempo de fornada para passar a limpo a receita de pão que mostrei aqui. Eu reclamei que o resultado final tinha ficado bom, mas exatamente o oposto do descrito na receita original. Eu descobri o motivo: apenas me esqueci de um dos passos da produção. Eu já fiz pão, eu sei que precisa de duas fermentações, mas é óbvio que eu, com minha pressa toda, só deixei fermentar uma vez (eu fiz essa receita errada três vezes!)

Conclusões disso tudo me dão vontade insana de chorar. Eu sei que estou errando, eu já tinha achado estranho não ter uma segunda fermentação, mas não, eu não parei pra ler novamente com clareza a receita. Eu vejo as coisas acontecerem, mas parece que estou vendo de fora, como num sonho ou um filme de espírito, eu não consigo me chacoalhar e apontar o fato.

Já tive essa sensação milhões de vezes. É de deixar qualquer um alucinado. Mas são poucos que já sentiram, logo são poucos que compreendem o que eu estou falando. Assim eu me ignoro e me saboto.

Quando tento dividir essas aflições, provenientes do rio desenfreado que corre por dentro de mim, conclusões precipitadas e superficiais são atiradas contra meu ser.

– Você é muito nervosa, você tem que ser mais calma, você é desatenta, você só está cansada, acontece, vai passar, comigo também, toma maracujina.

– Não, eu não sou nervosa, sou elétrica. Sim, eu sou calma, eu leio com calma, eu só passo por cima, como se não estivesse ali. Eu sou atenta até demais, atenta à vida, às pessoas, à energia, às necessidades que vão além da compreensão. Sim, eu estou cansada, afinal viver com um rio que está sem curso é como viver com asas em uma gaiola. Acontece, mas não é o caso. Ainda não passou e eu não acredito que vá. Com você é com você, sobre quem estamos falando? Deixe de ser egoísta. Remédios ainda não funcionaram.

Essas são as respostas que eu gostaria de poder dar a uma conversa desse gênero, mas a pessoa normalmente não absorve nada e, o que é mais incrível, consegue criar mais dezenas de argumentos fracos até eu desistir e mudar para assuntos como o tempo amanhã.

Avelã + Marrakesh na soneca da tarde

Eu só quero ter a paz de descansar depois de brincar. Quero seguir a ignorante sabedoria dos meus bichinhos. Quero ser feliz sem ter que aprisionar a verdade e a intensidade do meu ser. Quero ser sincera, agitada e entendida.

Vou tentar denovo essa receita. Não pretendo desistir assim tão facilmente das coisas simples.


3 Comments so far
Leave a comment

Má, eu sou perfeccionista e quero fazer tudo ao mesmo tempo… e se algo dá essado, eu desmorono e mtas vezes não me perdoo… Aos poucos estou aprendendo a ser mais leve, a me cobrar menos.
Espero que vc consiga encontrar serenidade pq vc é uma pessoa incrível e mto talentosa. E o mais importante: por mais que a receita não tenha dado certo, ela tinha um igrediente que mtos tentam e não conseguem, que é a energia boa e o amor. E vc tem, em abundância!
*smacks*

Comment by Fê Matsu

Vou lhe dar um bom conselho paterno: ao invés de ficar fazendo coisas faça um curso de aperfeiçoamento para mandar alguém fazer por você. A coisa mais fácil do mundo é mandar. Com este jeito meigo seu você vai ser ótima patroa. Arruma uns netinhos para mim e faz um curso de Administramandação. Aí nós investimos em uma bakery com cara de NY, contratamos umas fazedoras de cookies e você manda. Que tal? Quanto ao rio, deixa o rio virar lago. O lago é calmo, plácido. Basta saber colocar os diques e as barragens nos lugares certos, controlar o fluxo de entrada e saída da água e muda tudo! Pense nisso. Papito

Comment by Paulo

Nina, seus bichinhos sao LINDOS!🙂
Adorei seu blog e fiquei feliz em saber que voce tambem fala na lingua do cinema. Ja nos entendemos muito bem.

um beijo,

Comment by Fer Guimaraes Rosa




Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: